28 de dezembro de 2012

Natal, ou o que eu considero dele.

Minha família nunca foi de levar o natal tão a serio, com todas aquelas ceias, decorações, etc.. 

Natal é mais um pretexto para reunir uma parte do pessoal (porque todo mundo mesmo a gente só conseguiu uma vez - afinal a família é ENORME, tipo, enorme mesmo). Então, meu natal não foi só dia 25 bonitinho como o de todo mundo, foram 4 dias de muita comida, bebedeira, trocas de presentes - enfim tudo que o bom e velho natal nos permite, só que durante 4 dias..


No dia 22 saímos  daqui de Contagem rumo a casa da vovó, chegamos lá era noite logo só queríamos o conforto de uma cama.



Dia 23, 

Acordei e já me deparei com um churrasco maravilhoso feito pelo meu tio - estava quente pra caramba - tomamos aquela gelada e fomos nos refrescar tomando um banho de mangueira; como não foi suficiente fomos tomar banho no açude que tem em cima da casa da vó - que por sinal é bem sujo, tu pisa na água e ela já fica marrom - por esse motivo fomos para um rio que fica perto de um campo de futebol perto da casa da vó (pra mineiro tudo é perto, se acostumem, rs )




Dia 24,


O calor estava insuportável também, então fomos buscar picolé na cidade ao lado - exatamente 100, que foram devorados ao longo do dia por aproximadamente 4 pessoas: eu, meus dois irmãos e minha prima :$ 

De tarde, depois de muita insistência, meu irmão conseguiu fazer com que eu e meu tio fossemos outra vez com ele até o rio; eu fiquei só observando e tomando uma ceva - não estava muito afim de entrar.






De noite como de costume fomos até a casa das minhas tias  - por parte de mãe - lá em Cataguases. Fizemos a pseudo-ceia, a  pseudo-troca de presentes (porque como já disse, minha família não tem a tal tradição do natal); resumindo foi mais uma janta, para reunir os parentes e jogar conversa fora.






Dia 25, 

Um dos dias mais quentes, ninguém tinha animo pra nada, fiquei  só na gelada, e na rede casa_da_vovó junto comeus dois irmãos jogando  land of dead road to the fiddler's green (siminha irmã de 9 anos ama zumbis, nem sei quem fui que influenciou ela, coff coff)




Dia 26, 

Minha tia (Irani) e minha prima (Juliana) - por parte de mãe - foram lá na casa da vó, e acabei conhecendo a filha mais nova da Ju, coisa mais linda do mundo.

Enquanto a gente se contorcia de calor e colocava o papo em dia as meninas ficaram brincando com a minha ir - elas praticamente rolaram na terra, e  acabaram tomando um banho de mangueira; eu fiquei de fora só olhando e rindo da felicidade delas - esse sem duvidas foi o dia mais quente, nem consegui dormir de tanto calor.





Dia 27, 

Dia da viagem de volta, só que antes de voltar para casa meu pai tinha que resolver umas coisas em Ipatinga - pra quem não sabe, uma cidade do lado de Fabriciano, onde eu morei minha vida/infância inteira - aproveitei para rever velhos amigos (as) e tomar o melhor milk shake do mundo (Sim, eu tenho certeza absoluta que não existe melhor. Sim, nem o do Bobs ganha; e olha que sou apaixonada) o Milk Shake Du Vale sabor: cappuccino <3




Depois passamos na melhor parada que existe entre Ipatinga - Belo Horizonte, para comer a melhor empadinha do mundo (e olha que nem a da minha mãe, que sempre teve esse titulo, consegue ganhar), paramos no Belleu's Lanches. Está super recomendado - gente o banheiro é limpíssimo, a comida é maravilhosa (sem falar do pão de queijo), tem climatizador pra todo lado, o que pra gente foi uma maravilha afinal ontem estava quente demais. Não é tão barato, mas com certeza vale cada centavo.





MAIS FOTOS, 


Nenhum comentário:

Postar um comentário