3 de dezembro de 2014

Superando medos bobos | Besouro rinoceronte.


Esse post é mais um que entra na categoria posts inúteis, que ninguém ou quase ninguém precisa saber, maaaas - e posts como esse sempre tem um mas - eu sei que já enchi o saco deixando claro o meu pavor por insetos voadores (menos barata - sei lá, mas barata sempre me pareceu um bicho inofensivo). 

Em outubro - sim eu sei que já faz um tempão - eu estava na faculdade e encontrei um amiguinho, que de ''inho''  e amigo não tinha nada: um besouro rinoceronte. A minha primeira reação, claro, foi gritar e sair correndo feito uma gazela desgovernada. O Felipe (meu namorado), como sempre, foi atrás do bichinho.


Olha só o tamanho dele.

 Eu já estava a 375494764 metros de distância e ele insistindo pra eu chegar mais perto e ver o quão inofensivo o besouro era. Apesar, de quase desmaiar de pavor no inicio, aos poucos fui me acostumando com a ideia, e ver ele ali quietinho na mão do Lipe me deu uma leve segurança para sentir a agonia de tê-lo em minhas mãos. No início foi esquisito, e eu fiquei com muuuuuuito medo, mas depois de um tempo eu achei até legal pegar um besouro gigante. 

Essa foi a foto mais decente que eu consegui tirar, e dá pra ver uma leve satisfação no meu sorriso.

Eu não sei se ainda superei meu medo completamente, mas o primeiro passo foi dado. Não sei se teria a mesma coragem se eu encontrasse um besouro mais ''ativo'' (menor e que vôe com mais frequência). Só sei que estou bem orgulhosa de mim mesma, e fiquei me sentindo uma bióloga ''mais completa'' depois dessa experiência. Por essas e outras resolvi compartilhar com vocês esse momento! 



Vou deixar essas duas últimas fotos aqui mas tá proibido rir da minha cara de desespero, ok? Ahahahahahaha


Cherin pro cês e até o próximo post :*


Nenhum comentário:

Postar um comentário